terça-feira, 18 de outubro de 2005

Revisão da Legislação Punitiva sobre a Interrupção Voluntária da Gravidez

No dia 19 de outubro de 2005 está pautado para votação, na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) da Câmara Federal, o Projeto de Lei 1135/91, de Revisão da Legislação Punitiva sobre a Interrupção Voluntária da Gravidez.

Nós, integrantes da ONG C.A.I.S do Parto (Centro Ativo de Integração do Ser), situada em Olinda, Pernambuco, manifestamos apoio ao Projeto de Lei Nº 1.135/91, por entendermos que a interrupção voluntária da gravidez é um direito da mulher e uma questão de saúde pública.

1 Comentários:

Sheila Santos disse...

..."a interrupção voluntária da gravidez é um direito da mulher e uma questão de saúde pública"???Como pode ser direito de alguém tirar uma vida que não é a sua?E para que mesmo existem tantos métodos anticoncepcionais???Aborto deve continuar crime,sim,é uma covardia indescritível contra um ser ainda indefeso,que a partir do momento da concepção já é uma VIDA!Revejam seus conceitos,pois estão muito distorcidos...